Só a esquerda pode salvar Michel Temer – politicas.info
Brasil

Só a esquerda pode salvar Michel Temer

O povo está pronto para ir às ruas pedir a renúncia do presidente Temer, resta saber se os black-blocks vão deixar.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

“Mesmo que o áudio tivesse alguma edição, as próprias manifestações do senhor presidente em suas declarações formais reconhecem o teor do diálogo que ele teve com o empresário, isso é indiscutível.” – Claudio Lamachia, Presidente do Conselho Federal da OAB.

 

Ninguém mais defende a permanência de Temer no poder. É possível que, neste momento, nem mesmo o próprio Temer defenda sua permanência no Planalto. O PSDB junto com o Democratas já estão de stand-by e, a qualquer momento, vão tirar seus respectivos cavalinhos da chuva. Feito isto Temer se tornará mais um presidente isolado naquele palácio mal-assombrado.

Pego em flagrante se encontrando na calada da noite com um bandido fanfarrão que enriqueceu com dinheiro público, nada mais há que se possa fazer para segurá-lo no cargo até 2018. Como disse o representante da OAB, o conteúdo completo ou integralidade do áudio não tem mais a menor importância, impeachment, renúncia ou cassação da chapa são as únicas opções que lhe restam.

Porém… como no Brasil nunca podemos contar com a consciência dos governantes na tomada de decisões sensatas, é sempre bom dar “aquela forcinha”. É aí que pode entrar um personagem poderosíssimo: o povo.

Se a população brasileira tomar as ruas e mostrar sua insatisfação, o presidente não se aguenta no cargo por mais de um mês. E é aí que entra um outro personagem crucial: a militância dos partidos de esquerda.

 

Não podemos nos esquecer jamais que, o despertar do gigante Brasil – que começou em junho de 2013 – só acabou quando militantes petistas disfarçados de black-blocks impediram que a população se manifestasse nas ruas. Dois milhões de brasileiros na Avenida Paulista não seria o auge mas sim um recorde a ser batido se não tivesse entrado em cena a legião de fãs do PT que, a pretexto de “fazer a revolução” tirou pais e mães de família das ruas. Essa turma que desde a Revolução Francesa acredita que a paz só será alcançada quando os operários tomarem o poder impede que qualquer voz, que não seja a voz da revolução, ecoe na sociedade.

Temos visto desde a semana passada grupelhos de vândalos saindo às ruas. O PT já não tem o mesmo poder de mobilização ideológica que tinha nos tempos de Lula sindicalista; não tem o mesmo poder de organização de militantes que tinha no governo Dilma com Edinho Silva distribuindo uma oncinha para cada pessoa que vestisse uma camiseta da CUT e quebrasse uma vidraça; não há mais sequer a mesma quantidade de jornalistas simpatizantes uma vez que uma dúzia deles já pulou do barco após o depoimento do Lula ao juiz Sergio Moro. Restou apenas o bando de adolescentes que faz máscaras de gás com garrafa PET, molotovs com garrafa de catuaba e leva um rojão na mochila rasgada.

Infelizmente um pai de família não está disposto a encarar um “de menor” que sai na rua pra jogar rojão em quem discorda dele. E é aí que Temer pode encontrar sua tábua de salvação pois não haverá a pressão das ruas pedindo sua saída.

 

Eu poderia terminar o texto por aqui mas fico na dúvida. Tenho medo de que algum inocente ainda acredite que o PT esteja se divertindo horrores com o definhar de Aécio Neves e Michel Temer. Nesse caso, se alguém ainda não entendeu que o PT, o PMDB e o PSDB estão todos unidos na força e na coragem para se defenderem uns aos outros, fica a dica: hoje são três os partidos dispostos a fazer uma vaquinha e comprar mortadela para alimentar os cães de guarda.

Clique para comentar

Envie-nos uma pauta, esclareça sua dúvida ou corrija/acrescente informações:

Para o Início