A Operação Carne Fraca ainda não acabou – politicas.info
Brasil

A Operação Carne Fraca ainda não acabou

10/05/2017- Brasília- DF, Brasil- O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, durante audiência na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural para debater os efeitos econômicos e sociais da Operação Carne Fraca, da Polícia Federal

A Operação Carne Fraca foi muito além da carne podre, ela revelou que a fiscalização no Brasil é uma farsa.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Operação Carne Fraca foi anunciada como “a maior operação da Polícia Federal” da história brasileira, com mais de 309 mandados judiciais desbaratando um esquema de liberação de licenças e fiscalização irregular de frigoríficos.

Num primeiro momento, quando nada mais do que um título, um lead e dois ou três parágrafos são tudo o que nós tínhamos, a sensação foi de estupefação. Num segundo momento foi feito um anúncio mais detalhado por parte da PF e foi aí que a opinião pública se dividiu: de um lado os revoltados com mais uma descoberta de que #SomosTodosTrouxas; de outro as pessoas que acharam que a PF se exacerbou e, na ânsia de anunciar uma boa ação prejudicou o maior responsável pela retomada do crescimento do PIB brasileiro, o agronegócio.

 

A Polícia Federal disse que os vigaristas do mercado de carnes adicionavam ácido ascórbico na carne para tapear o consumidor, não bastasse isso os larápios também moíam, junto com a carne in natura, papelão para ganhar em volume e peso. Foi a deixa para quem exige a forma acima do conteúdo.

A Polícia Federal descobriu que fiscais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA, recebiam propinas para “aliviar a barra” dos produtores de carne, tanto no momento da fiscalização como na hora de pagar as multas recebidas durante as inspeções. A PF ainda descobriu algo que seria a raiz de todos os males, fiscais vendiam até mesmo as emissões de documentos oficiais realizadas apenas pelo MAPA. Os empresários utilizavam os computadores dos fiscais, dentro do prédio do Ministério e logados com login e senha dos funcionários públicos para, assim, emitir seus certificados e autorizações de trabalho. Ou seja, até mesmo os produtores legalizados podem ser ilegais.

Ontem a PF deflagrou a Operação Lucas, investigando o pagamento de vantagens indevidas de frigoríficos e laticínios a uma ex-superintendente do MAPA no Tocantins, Adriana Floresta. O que se vê é que todo o sistema de fiscalização e emissão de licenças no mercado da carne brasileira é um grande faz-de-conta.

Àqueles que acharam que a Operação Carne Fraca foi uma barbeiragem da PF fica o aviso: Ácido Ascórbico é Vitamina C, mas o C é de Corrupção.

Está curtindo o Politicas.Info? Gostaria de ajudar a manter este projeto no ar? Basta clicar aqui e fazer uma doação de qualquer valor.

Clique para comentar

Envie-nos uma pauta, esclareça sua dúvida ou corrija/acrescente informações:

Mais Lidas

Liberdade, Capitalismo & Democracia.

Copyright © 2015 - ÁpyusCom

Para o Início