Seria de bom tom a Globo deixar de exibir anúncios da JBS ao defender a versão do delator – politicas.info
Comunicação

Seria de bom tom a Globo deixar de exibir anúncios da JBS ao defender a versão do delator

Enquanto a JBS surgia em crimes no noticiário, ressurgia apoiadora da programação nos intervalos comerciais

Foto: Pixabay

Porque “Os Dias Eram Assim” vem atingindo os resultados pífios já esperados pelos críticos de tanto proselitismo esquerdista na dramaturgia brasileira, a Globo tem esticado o Jornal Nacional além do limite. Isso permitiu à cobertura da delação da JBS por volta de 90 minutos diários no noticiário mais assistido do país. E uma situação incômoda: enquanto a marca surge como autora de crimes bilionários nas chamadas, ressurge apoiadora da programação no intervalo comercial.

A bizarrice se repetiu na edição seguinte Fantástico: o jornalismo da emissora não escondeu o lado assumido, chegando perder a compostura em algumas pauta, como na que foi enfática ao desqualificar o perito que observara cortes no grampo entregue por Joesley Batista aos investigadores. Até o “domínio do português” foi atacado, como se em jogo estivesse uma redação, e não um registro em áudio.

A atual crise institucional nasceu de uma reportagem displicente de O Globo, que, aparentemente, se valeu de fontes igualmente imprudentes na Procuradoria-geral da República. As falhas gritantes não melhoram a situação de Michel Temer, muito menos de Aécio Neves, mas fortalecem as suspeitas de que a JBS pagou muito barato por tudo o que aprontou. Ou ainda que seguiu os conselhos do senador grampeado, e aproveitou o fato de ser o maior anunciante do país para interferir na cobertura jornalística.

Seria de bom tom, portanto, que a Rede Globo abrisse mão dos anúncios veiculados pelas empresas do delator. Ao menos enquanto defende a versão de figura tão implicada com a Justiça. Do contrário, continuará soando uma assessoria de imprensa bancada com muita verba controversa do BNDES.

Fonte: Fantástico

Clique para comentar

Envie-nos uma pauta, esclareça sua dúvida ou corrija/acrescente informações:

Últimas Notícias

Para o Início