Entre 2015 e 2017, os jornais mais tradicionais do Brasil perderam quase 300 mil assinantes – politicas.info
Comunicação

Entre 2015 e 2017, os jornais mais tradicionais do Brasil perderam quase 300 mil assinantes

Máquina de impressão de Richard March Hoe

No período, a queda superou os 16%

Ilustração: N. Orr

O Poder 360 publicou em tom de festa uma notícia que deveria preocupar a imprensa. O veículo celebrou na manchete o fato de as onze publicações tradicionais analisadas terem ampliado a quantidade de assinantes digitais, mas ignorou que essa inclusão não repõe as perdas dos assinantes de versões impressas.

Em janeiro de 2015, por exemplo, os onze jornais somavam 1.771.395 assinantes (digitais e impressos). No ano seguinte, o total foi reduzido 1.604.608 assinaturas. Em 2017, caiu para 1.480.771. Ao todo, o período acumulou queda de 16,41%, ou pelo menos 290.624 leitores.

Como destacado no texto, é preciso ainda levar em consideração que o valor pago na versão impressa supera o da digital. O estudo não levanta, contudo, o lucro de cada formato – certamente, os custos com transporte, impressão e armazenamento de papel devem estreitar a margem do primeiro caso.

Fato é que, para o anunciante, o que mais importa – o leitor – vem deixando a “velha imprensa” no passado. E isso talvez explique o porquê de ela estar atacando marcas que anunciam em mídias alternativas.

Está curtindo o Politicas.Info? Gostaria de ajudar a manter este projeto no ar? Basta clicar aqui e fazer uma doação de qualquer valor.

Fonte: Poder 360

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: A esquerda pôs concreto na linha do trem, nem assim foi chamada de “extrema” pela imprensa – politicas.info

Envie-nos uma pauta, esclareça sua dúvida ou corrija/acrescente informações:

Mais Lidas

Liberdade, Capitalismo & Democracia.

Copyright © 2015 - ÁpyusCom

Para o Início