Se há dúvidas contra Janot, contra Temer já há certezas – politicas.info
Comentário

Se há dúvidas contra Janot, contra Temer já há certezas

Rodrigo Janot

Há uma guerra de versões na imprensa forçando o brasileiro a confiar apenas nas entrelinhas

Foto por: Wilson Dias/ABr

A gravidade da matéria “bombástica” da IstoÉ está na insinuação: Rodrigo Janot teria pedido a prisão de Ângelo Goulart, procurador que estaria ajudando Joesley Batista a driblar a Justiça, por motivações políticas. Chega até mesmo a especular que a confissão do delator não teria passado de um blefe oficializado ao sabor da conveniência. Motivo: o detido seria aliado de Raquel Dodge, a preferida de Michel Temer para a sucessão do atual PGR.

Se, num momento como este, ter o apoio do presidente da República já serve para queimar o filme do apoiado, uma consulta aos arquivos do sempre atento Antagonista ajuda a compreender os personagens deste jogo. Em 2015, com 402 votos, Dodge foi a terceira mais votada na eleição que renderia um segundo mandato para Janot. Em abril, foi apresentada em editorial do Estadão como alguém do próprio MPF a sabotar a Lava Jato. Dois meses depois, ela surgiu em vídeo levando um pito do chefe por tentar limitar a quantidade de procuradores que auxiliam a operação. No dia seguinte, alguém da força-tarefa vazou ao veículo que preferem lá a vitória de Mário Bonsaglia, também tido como opositor ao atual comando, mas com uma postura moderada.

Em outras palavras, o material liberado em PDF pela IstoÉ parece em sintonia com o que desejam os que buscam conter Sérgio Moro.

É verdade que o trabalho de Janot levanta merecidas dúvidas. Mas, quanto a Temer, já há certezas. E elas não são nada boas.

Está curtindo o Politicas.Info? Gostaria de ajudar a manter este projeto no ar? Basta clicar aqui e fazer uma doação de qualquer valor.

Fonte: IstoÉ

Clique para comentar

Envie-nos uma pauta, esclareça sua dúvida ou corrija/acrescente informações:

Liberdade, Capitalismo & Democracia.

Copyright © 2015 - ÁpyusCom

Para o Início