Na briga entre Aécio Neves e a Veja, a primeira vítima foi a verdade – politicas.info
Comentário

Na briga entre Aécio Neves e a Veja, a primeira vítima foi a verdade

07.12.2013 - Aécio Neves. Imagem por: PSDB/MG

Um deles fala a verdade. O outro mente. Ambos não andam merecendo a confiança da opinião pública.

Foto: PSDB/MG

A resposta de Aécio Neves à capa da Veja que o acusa de receber propina nos Estados Unidos por uma conta operada pela irmã tem sido bem direta: “É mentira“. Argumenta, para tanto, que “o advogado do ex-executivo afirmou que a noticia era falsa, uma vez que, na delação de seu cliente, não há menção ao nome de minha irmã nem à pretensa conta em Nova York“.

Ao usar termos como “notícia falsa”, o texto parece em sintonia com coluna anterior do senador, e com projeto que “torna crime divulgar ou compartilhar notícia falsa na internet“, cuja autoria pertence a Luiz Carlos Hauly, deputado federal pelo mesmo PSDB.

Em jogo, portanto, há duas situações muito graves: ou a maior revista do país publicou uma capa inverídica cometendo, no melhor dos cenários, uma “barriga” histórica (no pior, seria de fato o assassinato de reputação reclamado pelo parlamentar); ou há um presidenciável tentando se safar criminalizando o jornalismo que o atinge.

Um dos dois fala a verdade. Um dos dois mente. Mas ambos não andam merecendo a confiança da opinião pública.

Contudo, o ônus da prova cabe ao acusador. Que a Veja não tente vencer a batalha apenas se escondendo atrás do sigilo de fonte, um subterfúgio muito explorado por ela, inclusive quando mantinha um viés mais tucano.

Está curtindo o Politicas.Info? Gostaria de ajudar a manter este projeto no ar? Basta clicar aqui e fazer uma doação de qualquer valor.

Fonte: Folha de S.Paulo

Clique para comentar

Envie-nos uma pauta, esclareça sua dúvida ou corrija/acrescente informações:

Últimas Notícias

Liberdade, Capitalismo & Democracia.

Copyright © 2015 - ÁpyusCom

Para o Início