Requião deu a entender que o projeto contra abuso de autoridade tem Moro como alvo principal – politicas.info
Brasil

Requião deu a entender que o projeto contra abuso de autoridade tem Moro como alvo principal

Em deslize, o senador disparou contra o PSDB: “Que votem contra, e no dia seguinte o Moro prende todos eles.”

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Em 2016, Sérgio Moro em pessoa foi ao Senado explicar aos parlamentares presentes que o projeto contra abuso de autoridade proposto por Renan Calheiros tinha por finalidade conter o avanço da Operação Lava Jato. Gilmar Mendes, ao lado do próprio presidente da Casa, compareceu ao debate defendendo que apenas estava em jogo uma defesa do Estado Democrático de Direito.

O texto foi relatado por Roberto Requião, um senador que não costuma se entregar à postura exigida pelo cargo. Em resposta a uma solicitação do PSDB, que prometera aprovar o projeto apenas se o crime de hermenêutica, aquele que punia o juiz por simplesmente interpretar a lei além de sua literalidade, caísse, o desbocado permitiu-se o uso de palavrões e um deslize:

“Não vou aprovar emenda nenhuma do PSDB. Vão a p.q.p.! Que votem contra, e no dia seguinte o Moro prende todos eles se o projeto não for aprovado. Não é possível que o juiz faça a interpretação fora da lei. Eu fiz a minha parte. Estou de saco cheio! Queria que esse povo do PSDB todo estivesse em prisão provisória, aí queria ver se estariam criticando o relatório.”

Parece claro, pelas palavras do relator, que o projeto tem por finalidade principal conter a força de Sérgio Moro, o que finda dando razão ao ponto defendido pelo juiz federal.

Fonte: O Globo

Clique para comentar

Envie-nos uma pauta, esclareça sua dúvida ou corrija/acrescente informações:

Para o Início