Baixando a cabeça para Cuba, o governo Temer excluiu 49 municípios do Mais Médicos – politicas.info
Brasil

Baixando a cabeça para Cuba, o governo Temer excluiu 49 municípios do Mais Médicos

Mesmo com o PT fora da Presidência, o Governo Federal continua fazendo as vontades da ditadura cubana

Foto: Marcello Casal Jr

Ao menos 49 municípios brasileiros incentivaram os cubanos que participam do Mais Médicos a buscarem na Justiça o direito de permanecerem no Brasil. Com mais de 80 profissionais atingindo tamanha graça, Cuba se enfureceu e reagiu suspendendo, no último abril, o envio de outros 710 médicos ao programa.

Imigração é um tema bem mais complexo do que deseja a imprensa nacional e internacional. Não há uma regra única que sirva a todos, forçando que cada caso seja analisado dentro de suas particularidades. E este é um ótimo exemplo de migração benéfica: os refugiados tentam se libertar de uma ditadura que os escraviza, permanecendo num país onde já dominam a língua e possuem um emprego com ótima renda, sem que, para isso, tomem vagas de profissionais locais, uma vez que não há aqui médicos para praças tão distantes das capitais.

Mas a resposta do governo Temer foi repugnante: decidiu baixar a cabeça para as vontades da ditadura socialista e puniu os 49 municípios, excluindo-os do programa.

Em outras palavras, cidadãos brasileiros de 49 municípios deixarão de ser atendidos pelo Mais Médicos porque uma ditadura na América Central se recusa a aceitar que seu próprio povo não tem interesse em voltar para lá.

De todos os erros do governo Temer, e já são muitos, esse foi dos mais lamentáveis.

Fonte: Estadão

Clique para comentar

Envie-nos uma pauta, esclareça sua dúvida ou corrija/acrescente informações:

Mais Lidas

Para o Início