Justiça Eleitoral: ágil para cassar prefeitos, mas uma tartaruga contra Dilma e Temer – politicas.info
Brasil

Justiça Eleitoral: ágil para cassar prefeitos, mas uma tartaruga contra Dilma e Temer

Brasília/DF, 12.05.2016 - Presidente interino Michel Temer participa da posse do presidente do TSE Gilmar Mendes e do vice Luiz Fux. Imagem por: Anderson Riedel

Enquanto a cassação da chapa Dilma/Temer se arrasta, doze prefeitos – eleitos em 2016! – já foram cassados e substituídos

Foto: Anderson Riedel

No 02 de abril de 2017, uma dúzia de municípios brasileiros enfrentou novas eleições municipais em decorrência da cassação dos prefeitos eleitos em 2016. O Globo publicou a lista das cidades que passaram por um novo turno: “Cafelândia, São José da Bela Vista e Mococa, municípios de São Paulo; Foz do Iguaçu, Piraí do Sul, Nova Laranjeiras e Quatiguá, no Paraná; Sangão e Bom Jardim da Serra, em Santa Catarina; Carmópolis, em Sergipe; Ipojuca, em Pernambuco; e Guajará-Mirim, em Rondônia“.

É importante ressaltar que todo o processo de cassação dos prefeitos eleitos, assim como a convocação e realização de um novo pleito, consumiram apenas 6 meses da vida pública brasileira, ou 3 meses, ao se contar do início dos mandatos abreviados. Enquanto isso, já se passaram 890 dias desde que a coligação “Com a Força do Povo” garantiu a reeleição de Dilma Rousseff e Michel Temer, ou 823 deste segundo mandato. Todo o período serviu apenas para o TSE dar início ao julgamento da chapa presidencial reeleita – o teatro será aberto ao público no 4 de abril, com o Governo Federal esperanço de não encarar conclusão antes da próxima eleição.

Se há melhor exemplo de que a Justiça brasileira foi feita para atingir preferencialmente o mais fraco, que venha a público.

Está curtindo o Politicas.Info? Gostaria de ajudar a manter este projeto no ar? Basta clicar aqui e fazer uma doação de qualquer valor.

Fonte: O Globo

Clique para comentar

Envie-nos uma pauta, esclareça sua dúvida ou corrija/acrescente informações:

Liberdade, Capitalismo & Democracia.

Copyright © 2015 - ÁpyusCom

Para o Início