Escola Sem Partido: estudante que liderou invasão de escolas prometeu a Lula filiar-se ao PT – politicas.info
Brasil

Escola Sem Partido: estudante que liderou invasão de escolas prometeu a Lula filiar-se ao PT

Ela disse que era um insulto ser chamada de doutrinada, meses depois, prometeu filiar-se ao PT

Imagem: Facebook

Ainda nos primeiros meses do governo Temer, escolas de todo o Brasil foram invadidas por militantes que diziam lutar contra a reforma no ensino médio. Sem qualquer fiscalização, os jovens ficavam aos cuidados da própria sorte. Ou azar. Em outubro, no que pode ser entendido como o evento mais grave daquele ato, um deles morreu esfaqueado. Era dever da imprensa bater na iniciativa, mas ela preferiu enaltecer o discurso da garota Ana Júlia, que questionava:

“De quem é a escola? A quem a escola pertence? É um insulto a nós, que estamos lá, nos dedicando, procurando motivação todos os dias, sermos chamados de doutrinados.”

Era uma resposta aos críticos, que viam nas invasões uma tentativa da esquerda brasileira de recrutar militantes cada vez mais cedo. Até então, o avanço esquerdista se dava apenas no ensino superior – o que, em si, já é bastante grave.

Passados seis meses, quando Lula discursava após prestar um primeiro depoimento a Sérgio Moro, Ana Júlia surgiu no palanque. E foi convidada pelo próprio réu a anunciar no microfone: iria se filiar ao PT.

Exatamente como os tais críticos queriam demonstrar.

Fonte: Huff Post

Clique para comentar

Envie-nos uma pauta, esclareça sua dúvida ou corrija/acrescente informações:

Para o Início