Cassação: na alegação final, o PSDB condenou Dilma, absolveu Temer e queimou o próprio filme – politicas.info
Brasil

Cassação: na alegação final, o PSDB condenou Dilma, absolveu Temer e queimou o próprio filme

12.08.2015 - Senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB); senador Tasso Jereissati (PSDB-CE); senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP); senador Aécio Neves (PSDB-MG). Imagem por: Ana Volpe

Na prática, o PSDB findou se beneficiando do esquema sujo que o derrotou na campanha de 2014

Foto: Ana Volpe

As alegações finais do PSDB eram um dos poucos mistérios a respeito do processo que pede a cassação da chapa que reelegeu Dilma Rousseff e Michel Temer. Porque o autor da ação hoje participa do governo Temer. Ou seja… O atual presidente da República poderia cair por obra de seu maior aliado, dono de algumas das mais importantes pastas do atual ministério.

Mas eis que o Partido da Social Democracia Brasileira se saiu com os seguintes termos:

“Ao cabo da instrução destes processos não se constatou em nenhum momento o envolvimento do segundo representado em qualquer prática ilícita. Já em relação à primeira representada, há comprovação cabal de sua responsabilidade pelos abusos ocorridos. Assim, entendendo suficiente a instrução processual, confiam os autores na procedência das respectivas ações, por se cuidar de medida da mais lídima e real”.

É deprimente. Mesmo não se envolvendo diretamente nas práticas ilícitas, Michel Temer beneficiou-se dos votos conquistados por ela. Os mesmos votos que ocasionaram a derrota de Aécio Neves na campanha mais suja da história do país. Mas o PSDB preferiu deixar qualquer mágoa de lado em benefício de uma normalidade institucional que tinha sido chacoalhada justamente pela sigla.

Noutro contexto, é verdade. Todavia, ficará para a história que a “normalidade institucional” anterior não contava com tucanos no governo. E mesmo os derrotados de 2014 findaram beneficiados pelo esquema imundo que os derrotou.

Em outras palavras, trocou o certo pelo benefício próprio. Isso pesará muito nas urnas. E não só nas de 2018.

Fonte: O Antagonista

Clique para comentar

Envie-nos uma pauta, esclareça sua dúvida ou corrija/acrescente informações:

Liberdade, Capitalismo & Democracia.

Copyright © 2015 - ÁpyusCom

Para o Início