Até nisso o governo Dilma falhou: a AIDS voltou a crescer no Brasil entre 2010 e 2015 – politicas.info
Brasil

Até nisso o governo Dilma falhou: a AIDS voltou a crescer no Brasil entre 2010 e 2015

AIDS - HIV

Como se não bastasse as epidemias de dengue, zika e chikungunya, o HIV volta a preocupar

Foto: Sham Hardy

Os dados são da UNAids, o programa da ONU de combate à doença. A primeira década do novo século seria marcada por avanços, mas os ganhos estão sendo revertidos mundialmente, inclusive no Brasil. Em 2010, foram registrados 43 mil novos casos no país. Cinco anos depois, o número de registros subiu para 44 mil.

A América Latina contempla boa parte das nações que justificam o alerta disparado pela organização. Enquanto as novas infecções no mundo caíram de 2,2 milhões para 2,1 milhões, a região seguiu na direção oposta. Só no Brasil, o número de infectados cresceu 18% no período, saltando de 700 mil para 830 mil em cinco anos. Mesmo com 35% dos 569 milhões de latinos, os brasileiros respondem por 40% dos novos registros.

Nos 35 anos anteriores, a doença matou a média de um milhão de pessoas por ano, após infectar 78 milhões. A ONU acreditava ser possível se livrar dela até 2030. Mas os dados mais recentes fragilizam qualquer esperança.

Está curtindo o Politicas.Info? Gostaria de ajudar a manter este projeto no ar? Basta clicar aqui e fazer uma doação de qualquer valor.

Fonte: Correio Braziliense

Clique para comentar

Envie-nos uma pauta, esclareça sua dúvida ou corrija/acrescente informações:

Últimas Notícias

Liberdade, Capitalismo & Democracia.

Copyright © 2015 - ÁpyusCom

Para o Início