Em meados de 2015, Dilma prometia: “Eu não vou cair, isso aí é moleza” – politicas.info
Acervo

Em meados de 2015, Dilma prometia: “Eu não vou cair, isso aí é moleza”

“Eu acho que o PMDB é ótimo”, dizia Dilma em 2015 ao negar que o aliado queria o impeachment dela

Foto: Lula Marques/ Agência PT (28/07/2015)

Foi uma das entrevistas mais insanas de Dilma Rousseff. É fácil lembrar-se dela pois teve um dos momentos mais nonsense da história política da petista, quando a repórter pergunta quais tipos de medidas estruturais seriam tomadas, e a presidente simplesmente responde “tipo tipo“.

Dilma, em resposta a comentários vazados de Lula, já abria dizendo que não se sentia “no volume morto“. E dedicaria uma resposta inteira a um boato que poucos tinham levado a sério: “Outro dia postaram que eu tinha tentado suicídio, que estava traumatizadíssima“. Mas, para a história, ficaria o desafio que a presidente faria à oposição:

Folha de S.Paulo

A oposição prevê que a sra. não termina seu mandato.

Dilma Rousseff

Isso do ponto de vista de uma certa oposição um tanto quanto golpista. Eu não vou terminar por quê? Para tirar um presidente da República, tem que explicar por que vai tirar. Confundiram seus desejos com a realidade, ou tem uma base real? Não acredito que tenha uma base real.

A petista negava, inclusive, qualquer indisposição com o mesmo PMDB que, nove meses depois, por aclamação, deixaria o governo, ainda que momentaneamente.

Folha de S.Paulo

Tem gente no PMDB querendo tirar a sra. do cargo.

Dilma Rousseff

Quem quer me tirar não é o PMDB. Nã-nã-nã-não! De jeito nenhum. Eu acho que o PMDB é ótimo. As derrotas que tivemos podem ser revertidas. Aqui tudo vira crise.

Folha de S.Paulo, 7 de julho de 2015

Em dado momento, a presidente provocaria sem qualquer receio de se queimar. E chamaria de “moleza” a batalha que teria contra o impeachment e da qual – o tempo mostrou – sairia derrotada.

Folha de S.Paulo

Parece que está todo mundo querendo derrubar a senhora.

Dilma Rousseff

O que você quer que eu faça? Eu não vou cair. Eu não vou, eu não vou. Isso é moleza, isso é luta política. As pessoas caem quando estão dispostas a cair. Não estou. Não tem base para eu cair. E venha tentar, venha tentar. Se tem uma coisa que eu não tenho medo é disso. Não conte que eu vou ficar nervosa, com medo. Não me aterrorizam.

Tentaram. E conseguiram.

Fonte: Folha de S.Paulo

Clique para comentar

Envie-nos uma pauta, esclareça sua dúvida ou corrija/acrescente informações:

Mais Lidas

Para o Início